A importância da Espiritualidade em tempos de pandemia

Devemos entender qual é a importância da espiritualidade cristã em nossa vida e como isso pode influenciar vários aspectos em nosso cotidiano sobretudo nesses tempos de pandemia.

O nosso relacionamento com Deus pode acontecer de diferentes formas, como pela participação na eucaristia, a  leitura e reflexão  da Bíblia, a oração e outras atividades. Por isso, devemos entender qual é a importância da espiritualidade cristã em nossa vida e como isso pode influenciar vários aspectos em nosso cotidiano sobretudo nesses tempos de pandemia.

Devemos seguir o exemplo de Jesus e buscar a Deus constantemente, ou seja, tanto nos momentos de aflição quanto nas horas de alegria. Os benefícios desse contato não se limitam às questões espirituais, mas se estendem em outros aspectos, afetando diretamente a nossa qualidade de vida. Até porque a nossa fé nunca pode estar desligada da nossa vida.

Pensando nisso, vamos entender o que é e qual a importância da espiritualidade cristã. Além disso, mostraremos 5 benefícios que ela traz para a nossa vida. Acompanhe a leitura!

O que é e qual a importância da espiritualidade cristã?

A espiritualidade cristã pode ser definida como o espaço que damos para o Espírito Santo agir em nossa vida, a partir de dentro da realidade a qual estamos inseridos. Desse modo, ela é o que está em nosso coração e nos anima para a defesa da vida, para o fortalecimento da esperança. Ela tem como ponto de partida e de chegada em Jesus, nosso Mestre e Senhor!

Olhando para Jesus, vemos que o Espírito Santo O incentivava constantemente a ajudar e se comprometer com  o próximo, com os pobres, doentes, crianças, mulheres, excluídos. Além disso, também buscava incessantemente o encontro com o Pai por meio da oração. Desse modo, podemos entender que a espiritualidade é reforçada quando buscamos cumprir a vontade de Deus em nossas vidas

Portanto, a espiritualidade cristã é vital para o nosso relacionamento com Deus e para a nossa saúde. Devemos buscar nos conectarmos com os assuntos espirituais por meio da oração, do estudo da Bíblia, do devocional ou qualquer outra atividade.

O novo coronavírus revelou que somos capazes de mudar drasticamente — em questão de 15 a 30 dias — o que acreditávamos não ser capazes de mudar talvez até o fim das nossas vidas. Passamos a dar atenção à nossa saúde e à imunidade; refletimos sobre o que é importante de verdade em nossas vidas e reavaliamos prioridades; mexemos na forma como fazemos exercícios físicos;  tivemos que lidar com as emoções tais como; o medo , a angústia, a ansiedade, aprendemos a negociar contratos e dívidas; alteramos nosso modelo de trabalho para realizar muitas coisas em home office; transformamos nossas reuniões com o uso de ferramentas digitais; colhemos lições sobre a vida em família; nos afastamos fisicamente de algumas pessoas, mas nos unimos espiritualmente a outras; abrimos mão de apegos; ficamos mais presentes.

Importante ressaltar que nunca antes na história da humanidade tivemos uma mudança de comportamento coletiva tão acelerada! Isso é inédito e esse momento fará parte da história.

Adaptar-se é reconhecer que nem sempre o nosso jeito de fazer as coisas estava sendo o melhor para todos. É colocar-se em posição de humildade e compreender que estamos aqui para servir o Contexto. É mudar a si mesmo em prol de um bem coletivo. Desapegar do menor pelo maior. Abrir mão do apego e da ganância pela empatia e a compaixão.

É preciso entender que todos sairemos impactados dessa pandemia; em maior ou menor escala, mas todos estamos sendo atingidos por ela de alguma maneira.

Agora que entendemos qual é a importância da espiritualidade cristã, vamos ver como ela transforma a nossa vida e pode nos ajudar nestes tempos de pandemia. Confira 5 benefícios que ela traz!

1. Melhora a saúde mental

Um dos principais benefícios de termos uma vida espiritual está relacionada com a saúde mental. Ter uma vida espiritual ajuda que a pessoa entenda a sua importância, sentindo-se como alguém útil. Que se relaciona com Deus e, portanto, nunca está só.

As atividades religiosas e pastorais envolvem o cuidado com o próximo, a maior compreensão e a certeza de que Deus está cuidando de cada um. É uma importante aliada da saúde mental e, consequentemente, da saúde física.

De acordo com um estudo da Universidade de Columbia, a meditação e outras práticas espirituais e religiosas contribuem para o espessamento de partes do córtex cerebral. Isso ajuda a explicar como essas atividades protegem contra a depressão, ansiedade e outros sentimentos.

2. Contribui para os relacionamentos interpessoais

O viver em harmonia com o próximo, é um dos princípios mais conhecidos da Bíblia. O convívio em uma comunidade cristã é importante para que aprendamos a lidar com a opinião do outro, respeitar as diferenças e crescer em união. O exemplo de Jesus deve novamente ser considerado, ou seja, devem aprender a tratar a todos com calma e serenidade.

Portanto, é possível melhorar os relacionamentos interpessoais por meio de nossa vida espiritual e comunitária. Precisamos aprender a amar ao próximo, agir de forma a se preocupar com os problemas das pessoas ao nosso redor e sermos servos, assim como o “Bom Samaritano”, e o exemplo que o próprio  Jesus nos deixou lavando os pés dos discípulos (Jo 15,13).

3. Ajuda a aumentar a autoestima

Sabermos que tem um Deus que nos ama e que se preocupa com cada um de nós é uma forma de manter a autoestima elevada. Muitas pessoas se sentem sozinhas e desamparadas, às vezes sem amigos ou motivação para viver, porém, reconhecer o amor de Cristo nas suas vidas pode fazer toda a diferença.

O convívio em comunidades paroquiais ou de fé, também pode contribuir nesse sentido. Nesse ambiente é possível fazer boas amizades, que tenham os mesmos princípios e que saibam valorizar suas qualidades e respeitar seus defeitos.

4. Traz mais motivação no dia a dia

Uma vida sem propósito pode diminuir nossa motivação e nos levar a um estado de desânimo e, até mesmo, depressão. Esse é um problema que também acontece no meio cristão, porém, a espiritualidade pode ajudar a nos motivar para encararmos nossos problemas, medos e desafios.

De modo geral, quem tem uma vivência espiritual tende a cuidar melhor de si mesmo, buscar uma dieta mais saudável e aderir com mais disciplina aos tratamentos médicos. Esses comportamentos podem ser explicados pela fé em Jesus e pela esperança maior que os cristãos têm.

5. Reduz o estresse

A espiritualidade pode ser desenvolvida de várias maneiras, pela oração, na vivência das  obras de misericórdia, no estudo da Bíblia, meditação, por meio da arte, entre outras opções. Dessa maneira, os cristãos costumam encontrar nessas atividades uma forma de estar mais conectadas com Deus e com o próximo.

A oração, por exemplo, ajuda as pessoas a se sentirem mais seguras e com maior esperança, o que pode ajudar a reduzir o estresse. Expressar a gratidão a Deus também contribui no gerenciamento de situações estressantes, produzindo uma sensação de reconhecimento do que Ele faz em nossas vidas.

Portanto, como vimos durante o texto, a importância da espiritualidade cristã está ligada com o nosso relacionamento com Deus. Os benefícios dessa relação, porém, se estendem para outras áreas, impactando diretamente a qualidade de vida. Portanto, vale a pena investir no nosso crescimento espiritual, pois ele nos ajuda a manter o vivo o nosso relacionamento com Deus, com as pessoas, com a “casa comum” e ainda traz mais saúde emocional e física!

Padre Lício de Araújo Vale – São Miguel Paulista

Vatican News

Plugin de comentários do Facebook