JUNHO EM RETROSPECTIVA

         O mês de junho está acabando, mas deixou muitas lembranças e aprendizados. Vamos então recordar algumas delas.

(02/06) Dia da palavra

         Em toda primeira quinta-feira de cada mês acontece o dia da Palavra em nossa Catedral. No mês de junho não foi diferente.

         Conduzida pelo diácono Rogério Grahl a formação foi bastante dinâmica e agradou quem esteve presente.

         Também em junho, o Dia da Palavra recebeu a visita da Irmã Maria Fernanda Godoy, coordenadora arquidiocesana dos Grupos Bíblicos de Reflexão e das Santas Missões permanentes, quem deixou a seguinte mensagem aos presentes: “Continuem firmes e perseverantes”.

         Você é nosso convidado especial a participar dos dias da Palavra com a gente. Sempre às primeiras quintas-feiras do mês, às 16 horas na Catedral do Coração. E para você que perdeu a formação de junho, ainda dá tempo de acompanhar através da gravação: DIA DA PALAVRA JUNHO 2022

 

 

(05/06) Solenidade de Pentecostes

         Celebrado no 50º dia após a Páscoa e no domingo seguinte após a Ascenção do Senhor, a festa de Pentecostes recorda a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos e a Virgem Maria.

         Pelo Espírito Santo, como dom de Deus para todos, se dá início a ação evangelizadora na Igreja. A partir de Pentecostes todas as línguas e nações tem acesso ao Evangelho e à salvação.

         Em nossa Catedral nós nos reunimos para invocar os dons do Espírito Santo sobre nós em quatro belíssimas celebrações durante todo o final de semana.

A gente fala muito e tem muita gente falando ao mesmo tempo, mas poucas pessoas se entendendo. Nós conseguimos até falar com sistemas fora de nosso planeta. Podemos, através de nosso celular, nos comunicar com qualquer lugar do mundo e, no entanto, quanto custa nos comunicar com o coração da pessoa que está ao lado? O que torna isso tão difícil e  tão distante? Pentecostes vem para nos mostrar que é possível reconstruir a confiança pelo caminho deixado por Jesus. ” (Frei Nelson)

 

(12/06) Solenidade da Santíssima Trindade

         Também em junho celebramos o mistério central de nossa fé, A Santíssima Trindade. Nosso Deus é amor, é família, é comunidade. Não é solitário, sendo um na comunhão de três pessoas: o Pai, o Filho e O Espírito Santo.

         Na Catedral de Londrina, a liturgia nos ajudou a compreender e vivenciar melhor o desejo de Deus: viver em comunhão com Ele e com os irmãos.

“A Trindade Santa é um mistério que não tem explicação. Não se explica os mistérios de Deus, apenas os vivencia. Todos sabemos que temos que viver uma vida justa e santa para justificar nossa salvação, no entanto, como na música ‘Sol de Primavera’: a lição nós sabemos de cor, só nos resta aprender. Só nos resta colocar em prática tudo o que já sabemos” (Padre Alexandre)

 

(16/06) Solenidade de Corpus Christi

         A festa do Corpo de Cristo surgiu por instituição do papa Urbano IV em Liége, na Bélgica, no século XII, mais especificamente em 1264. Nela celebramos o sacramento da Eucaristia, um dos sacramentos fundamentais do catolicismo, sendo também nela o único dia do ano em que o Santíssimo Sacramento sai em procissão nas ruas, normalmente passando por tapetes coloridos com os mais diversos desenhos religiosos – tradição que se iniciou em Portugal como forma de honrar a passagem de Jesus.

         A celebração, que contou com a presença dos ministros extraordinários da Sagrada Comunhão, aconteceu na quinta-feira dia 16 de junho, às 9h da manhã na Catedral do Coração, no entanto, a sua preparação começou bem antes com a volta da procissão e do tradicional tapete, depois dos anos de restrições impostas pela pandemia da Covid-19.

         Ainda era 1h da madrugada quando os primeiros fiéis começaram a chegar nas ruas ao redor da Catedral a fim de preparar os tapetes. Se uniram à Catedral o movimento de Schoenstatt e também as Paróquias Sagrados Corações e Nipo Brasileira.

“Participar da preparação dos tapetes me fez ver Cristo Eucarístico através da unidade. Pela unidade e através da participação dos irmãos, pude vivenciar o amor ao próximo e enxergar a presença de Jesus Eucarístico em procissão pelas ruas. ” (Rafaele Iria – paroquiana da Catedral)

         Como gesto concreto, fez parte do tapete a chamada ‘escada solidária’, composta por doações de roupas, agasalhos e leite com destino aos mais necessitados.

“Lucas faz questão de dizer: ‘a noite já está chegando’. A noite da humanidade não é uma noite de trevas, nem tudo está perdido. A quantidade de pessoas que participaram de nossa escada solidária através das doações de alimentos, nos fazem pensar na Eucaristia que se multiplica diariamente. Não há Eucaristia sem partilha, sem solidariedade e sem fraternidade. Londrina não é um lugar deserto e sim populoso e habitado, cheio de riquezas e pobrezas. Reconhecendo Jesus como centro de nossa vida, através da Eucaristia, somos convidados a partilhar com aqueles que nada possuem. Neste dia de graça deixemo-nos tocar por esta noite da humanidade.  Para aqueles que pensam que tudo está perdido, sobraram mais de 12 cestos e foram alimentadas mais de 5 mil pessoas. A Eucaristia cumpre sua função multiplicadora no coração daquele que acredita que da mesa do altar sai o pão para a mesa dos irmãos” (Padre Rafael Solano – Cura da Catedral).

(24/06) Sagrado Coração de Jesus

         O Sagrado Coração de Jesus foi revelado a Santa Margarida Maria Alacoque pelo próprio Jesus, durante uma exposição do Santíssimo Sacramento. Assim, foi Santa Margarida a responsável pelo início da devoção.

“A devoção ao Sagrado Coração de Jesus é uma forma por excelência de religiosidade. No Sagrado Coração está o símbolo e a imagem expressa do Amor Infinito de Jesus Cristo. ” (Papa Leão XIII)

         Na cidade de Londrina, durante a primeira missa, campal, celebrada em 11 de março, Dom Fernando Taddei escolheu o Sagrado Coração de Jesus como padroeiro da nova Paróquia, oferecendo uma imagem para ser colocada na Igreja que seria erguida. Foi assim que se originou a Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, instituída Catedral em 1957, quando o Sagrado Coração de Jesus foi também adotado como padroeiro da Arquidiocese da cidade.

         Como preparação ao dia de nosso padroeiro, a Catedral realizou a novena do Sagrado Coração de Jesus, que teve início no dia 15 de junho e contou, neste ano, com a participação de diversos padres recém ordenados de nossa arquidiocese, sendo cada dia conduzido por um diferente tema, seguindo a proposta sinodal.

         Como lema da festa do padroeiro deste ano, a reflexão ‘Unidos ao Coração de Jesus, caminhamos em COMUNHÃO, PARTICIPAÇÃO e MISSÃO’ teve como base a proposta apresentada pelo Papa Francisco para a Igreja nos próximos anos.

         Durante toda a sexta-feira do dia 24 aconteceram celebrações na Catedral do Coração. A primeira aconteceu logo cedo, às 8h da manhã, contando com os ministros extraordinários da Sagrada Consumação de nossa arquidiocese. Depois, às 10h30, aconteceu uma segunda celebração com a presença do clero. Já no período da tarde, às 15 horas, foi a vez do Apostolado da Oração conduzir a liturgia. Finalizando o dia de nosso padroeiro, o movimento jovem de nossa arquidiocese participou da última celebração às 18h.

         Finalizando a Festa do Padroeiro 2022, no domingo, dia 26, aconteceu a entrega das ‘feijoadas do padroeiro’. A preparação se deu início da terça feira (21/06) com a escolha dos 340 kg de feijão. Ao todo, foram utilizados 1200 kg de carnes, todos doados pelo frigorífico Rainha da Paz.

         No total foram vendidas 1230 feijoadas cujo dinheiro arrecadado contribuirá com a continuação das obras realizadas por nossa Catedral. As porções que, por algum motivo não foram retiradas, foram doadas à Toca de Assis e para a distribuição de marmitas às pessoas mais necessitadas.

 

(25/06) São Josemaria Escrivá

         No sábado, dia 25, com missa solene em nossa Catedral, celebrando a festa de São Josemaria Escrivá, que acontece no dia 26/06.

         Fundador da Opus Dei, São Josemaria difundia a santidade no cotidiano, em cada ação realizada em nosso dia-a-dia.

“Aí onde estão nossos irmãos, aí onde estão as nossas aspirações, nosso trabalho, nossos amores – aí está o lugar do nosso encontro cotidiano com Cristo”. (São Josemaria Escrivá)

 

(26/06) Missa Anual dos Coroinhas 

         A conhecida ‘Missa Anual dos Coroinhas’ acontece todos os anos em nossa arquidiocese, sempre no domingo seguinte à Festa do Sagrado Coração de Jesus.

         Como celebração arquidiocesana, conta com a participação dos 11 decanatos de nossa arquidiocese e tem como intuito principal a aproximação da fé e a motivação das vocações religiosas.

“Das missas anuais dos coroinhas sempre vimos sair um diácono, um padre, uma irmã, um frade. Então, sempre buscamos aproximar os coroinhas da fé e da Palavra de Deus, os motivando para as vocações religiosas” (Douglas Neves – Coordenador dos Coroinhas da Catedral)

         Depois dos dois anos de interrupção, devido à pandemia da Covid 19, a celebração teve sua volta marcada pela grande presença de fiéis. Mais de 2500 pessoas, a maioria composta por coroinhas, participou da celebração que foi presidida pelo padre Evandro Delfino e contou com a presença de diversos outros padres, seminaristas e diácono.

          A fim de aproximar os jovens da Igreja mãe de nossa arquidiocese, a Catedral do Coração convidou um coroinha representante de cada decanato para que pudesse prestar o serviço ao Altar durante a celebração. O momento foi bastante significativo e recheado de emoção.

         E para você que quer se tornar um coroinha em nossa Catedral, as inscrições estão abertas para meninos a partir dos 8 anos de idade. A formação terá início no dia 03 de agosto deste ano. Para se inscrever, basta entrar em contato com nossa secretaria.

Telefone: 43 3324.5255
WhatsApp: 43 99991.2368

 

Formação MESC

         No fim de maio foi dado início a primeira formação de ministros extraordinários da Sagrada Comunhão do Decanato centro de nossa Arquidiocese, formação esta que seguiu por todo mês de junho.

         A Catedral Metropolitana de Londrina não podia ficar de fora e conta com 5 novos aspirantes a ministros que seguem firmes e perseverantes na caminhada formativa. São eles: Juliana, Marlene, Nathaly, Renato e Tereza Cristina.

         Em cada formação os membros de nossa comunidade são acompanhados pelos coordenadores do ministério em nossa Catedral, Alzira e Lourival Rodrigues.

“ Rezemos pelo sucesso dos encontros, disposição e perseverança destes nossos irmãos. ” (Alzira e Lourival Rodrigues – coordenadores dos MESC da Catedral)

AGRADECIMENTOS

         Não podemos terminar esta retrospectiva sem agradecer a cada um que, de alguma forma contribuiu durante este mês para que Jesus pudesse se fazer presente à tantas pessoas.

         A você que dedicou uma parte de seu tempo na organização das celebrações, na preparação da liturgia, na higienização dos objetos utilizados. A você que veio de madrugada preparar os tapetes de Corpus Christi, a quem veio tingir o pó de cerra, a quem foi em busca do material. A você que passou horas cortando carnes, escolhendo feijão, cozinhando com tanto amor. A todos os ministérios e pastorais que ativamente movimentam nossa Igreja e a todas as pessoas, de forma individual, que de alguma maneira nos ajudaram durante todo este mês em cada uma das atividades, nosso muito obrigado.

         Que Deus lhes pague e os abençoes de forma abundante. Você é muito importante em nosso caminho de evangelização. Coragem!

“Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota. ” (Madre Teresa de Calcutá)

 

Texto: Jessica Zamaia
Fotos: Daniel Kanki, Guto Honjo e Terumi Sakai

Plugin de comentários do Facebook